( ! ) Warning: Error while sending QUERY packet. PID=11586 in /apps/agracadaquimica/wp-includes/wp-db.php on line 1942
Call Stack
#TimeMemoryFunctionLocation
10.0003234848{main}( ).../index.php:0
20.0004237632require( '/apps/agracadaquimica/wp-blog-header.php' ).../index.php:17
31.294242667384wp( ).../wp-blog-header.php:16
41.294242667648WP->main( ).../functions.php:955
51.294242669120WP->parse_request( ).../class-wp.php:733
61.295142706256get_page_by_path( ).../class-wp.php:236
71.295642709856wpdb->get_results( ).../post.php:4269
81.295642708856wpdb->query( ).../wp-db.php:2511
91.295742709016wpdb->_do_query( ).../wp-db.php:1830
101.295742709064mysqli_query ( ).../wp-db.php:1942
Dois Exemplos de “Experiências Alquimistas” | A Graça da Química
« »

Em um cadinho feito com cinzas de ossos calcinados colocava-se um pedaço de chumbo. O cadinho era então aquecido ao ar e o chumbo se fundia e oxidava-se. No fundo do cadinho aparecia às vezes prata metálica. Para os alquimistas isto era prova de transmutação do chumbo em prata, mas na verdade trata-se do processo de copelação da prata, que aparece como um contaminante natural do chumbo. Quando o chumbo foi aquecido, formou-se o óxido de chumbo, que é um pó muito fino e se parece com cinzas. Quando se retira estas cinzas fica-se somente com a prata metálica.

Em uma solução de vítrolo azul (sulfato de cobre) colocava-se um pedaço de ferro. Após algum tempo, o ferro desaparecia e formava-se no fundo do recipiente um pó, que depois de filtrado e fundido verificava-se que era cobre metálico. Os alquimistas consideravam isto como a transmutação do ferro em cobre, pois eles não sabiam que o cobre já estava em solução, mas sabemos que se trata de uma reação de óxido-redução, onde o ferro foi oxidado e o cobre foi reduzido.

Comentários